Democracia: O ponto alto da competição

O pensamento competitivo e a prática da competição na vida humana são fruto de um plano maligno de satanás, que tem como objetivo levar todas as famílias a se oporem a Deus sem perceberem e, também enganadas, obedecerem ao diabo, em vez de adotarem a Bíblia como regra única fé e prática de vida.

Para isso, o diabo engana-as (1 Tm 4:1, 1 Jo 4:1), fazendo-as negar que Deus é Criador de todas as coisas e acreditar em enganos como, por exemplo, a teoria da evolução, a teoria da seleção natural, a democracia etc. Além disso, o maligno influencia a maioria das famílias para não receber nem aceitar Jesus como único Senhor e Salvador do mundo, negar que Ele é o messias, o Filho de Deus e criar religiões com o fim de ter líderes ou ídolos que, travestidos de benfeitores, tornam-se deuses falsos.

A ação do diabo para fazer a família rejeitar Deus ocorre distorcendo os dois maiores mandamentos: 1) amar a Deus; e 2) amar ao próximo. Para atacar o primeiro, o inimigo usa espíritos enganadores para por dúvidas na mente humana sobre a existência do Criador e a veracidade da Bíblia. Quanto ao segundo, ele atua dividindo a família por meio de várias frentes de ações e doutrinas demoníacas, as quais estão cunhadas sutilmente em “saberes” e “fazeres” da teologia e da religião, embutidas em postulados ou premissas da ciência, impressas em leis e políticas públicas da maioria das nações (inclusive, o Brasil), vivenciadas na maioria dos lares, transmitidas para as próximas gerações por meio da cultura e da mídia, praticadas pelo mundo dos negócios, dividindo a família e, a mais grave, diluídas nos chamados sistemas democráticos.

A democracia é uma dessas doutrinas demoníacas, a qual tem como objetivo levar as mentes humanas a rejeitarem o governo de Deus sobre as suas vidas e, sob a ingerência e a manipulada do diabo, construírem deuses (ídolos) para si e elegê-los para governar todos. Com a difusão e a disseminação da democracia em todo o mundo, satanás atua aceleradamente nesses últimos tempos para elevar um ser humano possuído por ele ao mais alto nível de poder mundial com o fim de, através dele concretizar o seu plano maligno.

Travestido de deus e messias da humanidade esse ser humano endemoninhado obrigará todos a adorá-lo como deus único. Com essa atitude de adoração por parte dos seres humanos, ele terá autoridade dada por eles para agir e fazer a sua vontade; porque esse tal líder estará guiado pelo espírito maligno. Então ele (o diabo) destruirá a maioria das famílias de todas as nações, levando-a ao mais extremo estado de opressão, horror, opróbrio e miséria.

Isso já está acontecendo em todo o mundo, porque a maioria vive sob a influência desses espíritos enganadores (1 Jo 4:1, 1 Tm 4:1), sem perceber; manipulada por demônios que atuam perversa e intensamente (Ef 6:12) com o objetivo de levar o mundo a fazer o contrário do que Deus ensina, cegando o entendimento humano da atualidade (2 Co 4:4).

Essa cegueira ocorre de uma forma tão contaminadora que sufoca até mesmo muitos que se dizem servos de Deus, causando a apostasia e a frieza espiritual (Mt 24:12, 2 Ts 2:3), afetando-os espiritualmente, levando-os a ignorarem a unção que está dentro deles (o Espírito Santo). Cabe ressaltar que há seres humanos que não serão acometidos por esse mal, que são os filhos de Deus (1 Jo 5:18).

A globalização nada mais é do que uma forma de se organizar todas as instituições e organizações humanas sob a égide da democracia com o fim de concretizar esse plano diabólico. Ela consiste, na realidade, em uma associação, vinculação ou pacto entre os sistemas democráticos, teológicos, filosóficos, sociais, científicos, religiosos, tecnológicos etc., que levará as nações do planeta a escolherem, brevemente, um único presidente para governar todas elas, o qual terá aparência de bom e justo, sendo, no entanto, um tirano traidor de todos.

A proximidade disso está muito evidente, porque já se vê o mundo todo se preparando para isso há muito tempo através da formação um blocos de nações, cada um dos quais elege um único governante para todo o bloco, a exemplo da União Europeia, ALCA, OEA e outros. A rapidez com que ocorre evidencia que muito brevemente o mundo todo estará organizado em forma de conglomerados de nações, cujos representantes também se reunirão para, concordemente, elegerem um único presidente mundial.

Dois outros fatos importantes ocorrerão durante o seu governo. O primeiro será o uso obrigatório por todos os seres humanos de um chip no corpo para facilitar o domínio desse presidente sobre todos. O segundo será um falso programa de paz mundial que ele proporá a todas as nações, plano esse que fará a maioria dos seres humanos achar que ele é o salvador da humanidade, tendo em vista que a vida no planeta, nesse tempo, já estará crítica ou quase insuportável; diante do agravamento dos problemas existentes hoje e de outros muito piores que surgirão.

A chegada desse ser humano a mais alta posição do poder mundial ocorrerá sob os efeitos de uma avalanche de enganos que acometerá a mente da maioria dos habitantes deste planeta, sob a qual os chefes das nações, enganados, o elegerão, achando que estarão diante de um homem bom e digno de honra, estando, porém, associando-se a um traidor; pois esse tirano agirá possuído e guiado pelo espírito de satanás para enganar e oprimir toda a humanidade

Vale salientar que os espíritos enganadores vêm preparando o palco para a posse desse tirano há muito tempo, inspirando os chefes dos países a realizarem ações como: 1) ajustar as leis às conveniências do plano maligno desse impostor; 2) traçar um falso programa de paz mundial, o qual já está se cogitando no mundo; 3) propor uma falsa solução para a sustentabilidade do planeta, tecida enganosamente em reuniões como, por exemplo, a Rio+20; 4) instigar a prática da competitividade no mundo dos negócios, começando nas famílias através da ciência e da mídia; 5) adotar a democracia como sistema global de governo em todas as nações, cujo objetivo é preparar as mentes humanas para aceitarem, enganadas, a eleição desse ditador; 6) estabelecer o ecumenismo como forma de se unir todas as religiões sob um só governo religioso, vinculado aos sistemas políticos; 7) destruir a família de forma sutil, oculta e perversa com ideias malignas como, por exemplo, diversidades (religiosidade, sexualidade etc.), planejamento família, igualdade de gênero, casamento gay e tantos outros enganos satânicos.

Nota-se, atualmente, que está praticamente concluída a montagem desse cenário, porque na maioria das nações essas ações citadas anteriormente já se constituem realidade há algum tempo, expressas nas leis e políticas públicas, chegando às populações como algo que é imposto de cima para baixo; porque estando todos sob os efeitos do entorpecimento espiritual demoníaco causado pelos espíritos enganadores, as autoridades do povo tomam as decisões e quase todos aceitam passivamente, caracterizando uma espécie de “ditadura democrática” aceita e aprovada pela grande maioria; a qual está cega.

Muitas profecias da Bíblia nos evidenciam que ele será um ser humano das gerações atuais, que poderá, inclusive, já estar em nosso meio e que certamente será um dentre políticos e religiosos que militam a democracia e o ecumenismo como forma de extirpar as religiões e dar a ele o título de messias ou salvador do mundo.

No entanto, o governo dele será passageiro, porque, quando ele estiver no auge será derrotado vergonhosamente pelo Senhor Jesus diante de toda a humanidade; e todo olho verá essa cena.

Mais detalhes sobre este e outros assuntos relacionados estão descritos à luz da Bíblia em artigos que serão publicados posteriormente e nos sites www.albos.com.br e www.tvdafamilia.com.br.

José Albos Rodrigues

Sobre Albos

Discípulo do Senhor Jesus Cristo.
Esta entrada foi publicada em Democracia e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *